Alimentação saudável e a atividade física: as peças-chaves para ser saudável!

Leve Gosto   •  Nutricionais   •  

A busca pela boa saúde, e até pelo corpo perfeito, não depende apenas dos exercícios físicos, é necessário que a alimentação saudável e a atividade física andem lado a lado. Segundo Suzana Bonumá, especialista em nutrição esportiva pela Universidade de São Paulo (USP) e parceira da Leve Gosto, “a alimentação desempenha um papel fundamental para garantir energia suficiente para os músculos durante os treinos, evitar a fadiga e garantir uma recuperação adequada, evitando lesões, queda de imunidade e desgaste físico e mental”. Despertamos sua curiosidade sobre qual é a alimentação saudável para a atividade física? Fique com a gente que explicamos tudo!

Existem alimentos para cada tipo de atividade física?

Se você curte fazer academia, corrida, natação ou yoga, o ideal é que você procure um nutricionista, uma vez que não existem alimentos para cada atividade. A alimentação deve ser ajustada conforme vários fatores do atleta, como composição corporal, rotina de treinos, outras atividades da rotina e tolerâncias alimentares. 

Alimentação saudável e atividade física: o que comer antes do treino?

Apesar de cada dieta variar de acordo com o organismo de cada pessoa, alguns alimentos são ideais para o pré-treino, como os ricos em carboidratos, que compõem pães, torradas, frutas e cereais, visto que eles são considerados energéticos e garantem combustível para o treino. 

“O tempo entre a refeição pré-treino e a atividade física deve respeitar a quantidade de alimento a ser ingerida. Em geral, se a refeição for mais volumosa, um intervalo de duas horas para o exercício pode ser mais adequado. Para refeições moderadas, como um lanche leve, uma hora é o suficiente. Agora, se a refeição pré-treino for uma fruta, a alimentação pode ser realizada entre 15 e 30 minutos antes da malhação”, explica Suzana. 

Fique alerta durante a malhação?

É importante também ficar alerta para o que você deve ingerir durante a atividade física. A regra básica é beber bastante água ou bebida esportiva. Se você for treinar menos de uma hora, só a hidratação é o suficiente. 

Mas, se você estiver naqueles dias de disposição para malhar, Suzana recomenda a reposição energética com fruta, bebidas esportivas, água de coco e suplementos específicos entre 40 e 50 minutos de atividade.

O que comer depois do treino? 

Não pense em deixar de lado a alimentação depois do exercício físico com a intenção de perder peso. “Acredito que garantir uma boa condição de treino, alimentando-se adequadamente antes e depois, é fundamental para o esportista. A perda de peso pode ser conquistada com um ajuste alimentar bem distribuído ao longo do dia”, comenta Suzana. 

Por isso, depois dos treinos, é importante você se alimentar dentro de uma hora com uma bebida esportiva, uma vitamina ou uma fruta para aproveitar o período favorável para a recuperação dos músculos. Vale também incluir na refeição pós-treino leite e derivados, ovos, carne e marmitinhas fitness.

O que evitar na alimentação? 

Saber o que comer antes, durante e depois do treino não é o suficiente, é necessário também ficar alerta sobre quais alimentos podem ser vilões para o rendimento da sua atividade física!

Para ter uma malhação confortável, Suzana veta os alimentos que dificultam o processo de digestão, como as gorduras, as fibras e as proteínas em excesso. 

Conte com a Leve Gosto para unir os exercícios a alimentação e ter um bom rendimento! Nossas refeições são balanceadas, saborosas e práticas!

Agora que você já sabe como colocar lado a lado a alimentação saudável e a atividade física, é só vestir a roupa para o exercício e começar a se exercitar. Boa malhação!

 

Posts relacionados

Alimentação saudável e a atividade física: as peças-chaves para ser saudável!

A busca pela boa saúde, e até pelo corpo perfeito, não depende apenas dos exercícios físicos, é necessário que a alimentação saudável e a atividade física andem lado a lado. Segundo Suzana Bonumá, especialista em nutrição esportiva pela Universidade de São Paulo (USP) e parceira da Leve Gosto, “a alimentação desempenha um papel fundamental para […]